“The case of Clyde Griffiths”: a encenação do Group Theatre e a dramaturgia de Erwin Piscator nos Estados Unidos

Autor: Fernando Bustamante Coordenação: Mayumi Ilari, Daniel Ferraz
Erwin Piscator é mundialmente conhecido como diretor pioneiro do teatro épico. Neste livro, tomamos contato com sua obra como dramaturgo. A partir de sua adaptação para os palcos do clássico romance “An American tragedy”, de Theodore Dreiser, e da história de sua montagem pelo Group Theatre na Broadway em 1936, embarcamos não apenas na obra de Piscator, mas na história do teatro operário nos EUA.
Introdução Capítulo I Antecedentes A crise do drama burguês em seu contexto histórico Piscator em meio à guerra e à revolução Capítulo II Erwin Piscator e o teatro dos trabalhadores no país do Capital O teatro político e operário nos EUA antes de Piscator O Federal Theatre Project e a assimilação do teatro operário independente Os postos avançados do teatro operário, Alemanha e URSS, são derrotados A consolidação da Liga de Teatro dos Trabalhadores e os efeitos da Frente Popular O Federal Theatre Project, entre a utopia e a censura A primeira peça de Piscator nos EUA A adaptação de Piscator: uma tragédia social capitalista A montagem de The case of Clyde Griffiths pelo Group Theatre Conclusão Referências ANEXO A: Tradução “O caso de Clyde Griffiths” Prólogo ANEXO B: O teatro estadunidense (1955) ANEXO C: Posfácio a “O teatro político” (1966) ANEXO D: Cronologia de Erwin Piscator Sobre o autor ‘Notas de fim’ Índice remissivo

eBook gratuito disponível nas plataformas

Venda e distribuição nacional de livros impressos