Pimenta-Cultural_Pandemia.jpg
Pandemia, quebra de paradigmas: um retrato da primeira onda da Covid-19

Organizadores: Carlos Roberto da Costa e José Geraldo de Oliveira

Os artigos e ensaios que compõem que este livro, foram criados em outubro de 2000 quando vivíamos o auge do primeiro surto da pandemia provocada pelo aparecimento do covid-19. Naquela época pensava-se que a Chegada aos primeiros 100.000 óbitos marcava os estertores da epidemia. Como sabemos agora no auge do terceiro movimento da pandemia não foi bem o que aconteceu. Estes ensaios e reflexões são um ponto de vista que merece o registro. Quantas vidas teriam sido salvas se o encaminhamento das medidas preventivas e as vacinas tivessem chegado antes? Esses ensaios são um bom motivo para reflexões. Vale a leitura.

ISBN: 978-65-5939-278-0 (eBook)

DOI: 10.31560/pimentacultural/2022.152

Download gratuito da obra:

Pimenta Cultural - Google Books - Academia.edu

Capítulos

Apresentação
Um caminho feito ao andar


PARTE 1
POR ONDE COMEÇAR A PENSAR?


Capítulo I
Disrupção: mercado de trabalho e tecnologia
Carlos Costa


Capítulo II
Elogio ao pensamento Interfaz e a forma ensaio como modo de exposição
José Geraldo de Oliveira


Capítulo III
Júlio Verne e a quebra de paradigmas
Carlos Costa


PARTE 2
PANDEMIA Quebra de paradigmas. Um retrato da primeira onda da Covid-19


Capítulo 1
O tempo que o tempo leva. A quebra do paradigma da passagem do tempo em tempos da #pandemia da #covid-19
Adriana Cristina Alves do Amaral

Capítulo 2
Visões: passado e presente. As empresas também são
impactadas: considerações sobre comportamentos organizacionais diante da pandemia de covid-19
Jonas Gonçalves


Capítulo 3
Há um futuro para a dignidade no trabalho? Os números do mercado de trabalho do Brasil
Jefferson Mariano


Capítulo 3
Há um futuro para a dignidade no trabalho? O futuro do trabalho e os princípios de trabalho decente
Keite Pacheco de Carvalho


Capítulo 4
A vida em família confinamento Cidades: das praças de encontro ao isolamento global
Regiane M. S. Bianchini


Capítulo 4
A vida em família confinamento. Quando o lar vira escritório: o home office e a quebra de paradigma no ambiente de trabalho
Clara Marques de Sousa


Capítulo 5
Linha branca/e-commerce. O crescimento do e-commerce: o paradigma das compras online
Carlos Costa

Capítulo 6
Quebra de paradigma do afeto. A visão do homem cordial na construção identitária do brasileiro
Carlos Costa


Capítulo 7
Ascensão do home care. Os cuidados de saúde realizados em casa
Sandra Duarte


Capítulo 8
Sustentabilidade. A insustentabilidade escancarada
Alessandra Silva Vasconcelos


Capítulo 9
A quebra do paradigma político e as ágoras pós-modernas
Soraia Herrador Costa Lima


Capítulo 10
A valorização das mídias. Nós, e a imprensa, não sairemos melhores da pandemia.

O jornalismo cumpre um grande papel na cobertura da covid-19 e reage a seus impactos. Mas terá havido uma quebra de paradigma?
Tânia Caliari

Capítulo 10
A valorização das mídias. O paradigma da tecnologia. Os paradigmas que a tecnologia quebrou foram os de gerar mais comodidades e facilidades, o de acesso multiplicado, mais possibilidades, a exposição do consumidor, o rompimento das barreiras de tempo e espaço
Eduardo Paschoa


Capítulo 11
OPOVOÑBOBO. O elogio à RGTV
Antônio Napoles


Capítulo 12
A nova educação. educação continuada. Ascensão das EADs e a precarização da educação
Carlos Costa
José Geraldo de oliveira


Capítulo 13
O luto. Mors tua, vita mea
José Geraldo de Oliveira


Capítulo 14
Visões II. Presente e futuro. A revolução 5.0
Carlos Costa
José Geraldo de Oliveira


Sobre os autores e as autoras


Índice remissivo