As representações visuais de Getúlio Vargas nas páginas da revista do Globo (1929-1937): de gaúcho a chefe da nação

Autor: Eduardo Barreto de Araújo

Esta obra analisa as representações de Getúlio Vargas nas páginas da Revista do Globo entre os anos de 1929 até 1937. Traz uma análise da imagem de Getúlio Vargas desvinculada à primazia dada ao Departamento de Imprensa e Propaganda. Também apresenta sua utilização (imagem) em um período anterior ao que, tradicionalmente, a historiografia elege.

Editora: Pimenta Cultural (2019)

ISBN: 

978-85-7221-029-4 (brochura)

978-85-7221-028-7 (eBook PDF)

DOI: 10.31560/pimentacultural/2019.287

Download gratuito da obra:

Pimenta Cultural - Dropbox - 4Shared - SlideShare - Academia.Edu - Google Books

CAPÍTULOS:

Introdução

Capítulo 1 

O conceito de representação

1.1 O debate pelo conceito no campo da História

1.2 Representação e fronteira no sul do Brasil

1.3 O lugar da fotografia na pesquisa histórica

Capítulo 2 

Trajetória política de Getúlio Vargas

2.1 Getúlio Vargas: o homem político

2.2 O mito político

2.3 Da carta de 1934 ao Estado Novo: as bases da ditadura de Vargas

Capítulo 3 

A Revista do Globo: espaço de representações

3.1 A Revista do Globo e a renovação da imprensa do Rio Grande do Sul

3.2 Imagens no periódico do Globo: o caso de Getúlio Vargas

Capítulo 4 

Procedimentos Metodológicos

4.1 Imagens e textos: proposta de análise

Capítulo 5 

De gaúcho a chefe da nação: as bases para a construção do mito político de Getúlio Vargas

5.1 Sorriso, carisma e poder

5.2 A fotografia como “documento para a História”: a imagem de Getúlio Vargas no especial da Revista do Globo

5.3 Mesmo personagem, uma nova abordagem: a representação do líder nacionalista

5.4 Aspectos da vida social

Referências

Fonte

Sobre o autor

Índice remissivo

 

@2012-2020 Pimenta Cultural

​São Paulo - SP

CNPJ: 17.033.353/0001-90

IE:  118.439.264.117