Cartas às crianças do futuro: narrativas sobre a pandemia Covid-19

​As pessoas têm sentido uma “angústia muito forte”, pois “são pais perdendo seus filhos, e filhos perdendo seus pais”. Diante de um cenário tão atípico como este, uma pergunta ganha relevo: será que conseguiremos “aprender alguma coisa?”.
Este tempo talvez seja propício justamente para despertar uma maior aproximação com os outros e nós mesmos, além de nos fazer perceber “quanta coisa que achávamos que eram detalhes e na verdade são especiais demais” para desperdiçarmos.
É de apertar o coração pensar nos desafios que as crianças têm enfrentado quando deveriam estar na escola, brincando e aprendendo junto de seus amigos e amigas, pois “esse momento da trajetória escolar é mágico demais para ser vivenciado através de uma tela”, até “porque nada supera a interação que você tem e os laços que você cria na escola”.
Que possamos, após a pandemia, continuar observando essas “coisas que sempre estiveram ali, mas que ainda não tinham sido percebidas”, acompanhados da família, dos amigos e de todas as pessoas que orientam a vida para a esperança, ela “que nos move para dias melhores”.

ISBN digital:

9786559390076

ISBN impresso:

9786559391790

DOI:

10.31560/pimentacultural/2020.076

Organizadores: Monica Fantin, José Douglas Alves dos Santos

eBook gratuito disponível também nas plataformas:

academia-logo-big_edited.png
google-books_edited.png

Livro impresso disponível para compra nas plataformas:

logo-umlivro-g.png
amazon-logo_edited.png
americanas-logo_edited.png
novo-logo-casas-bahia-2-scaled.jpg
logo-estante-virtual_edited.png
extra-logo_edited.png
magalu-logo_edited.png
logomarca-mercado-livre_edited.png
novo-logo-ponto-frio-2021.jpg
shopee-logo_edited.png
shoptime-logo_edited.png
submarino-logo_edited.png