Estátuas andarilhas: as miniaturas na imaginária missioneira

Autora: Jacqueline Ahlert

Este livro contempla o estudo sobre as miniaturas e imagens de médio porte componentes do acervo remanescente da produção escultórica das doutrinas jesuíticas da Província paraguaia. Sob perspectivas históricas, antropológicas e estéticas de análise, estas estatuetas são compreendidas como cultura material de um fenômeno histórico de longa duração, expressão do desenvolvimento de modos singulares de relacionar-se com a religião e suas representações no contexto missional

ISBN:

978-65-5939-004-5 (brochura)
978-65-5939-003-8 (eBook)

DOI: 10.31560/pimentacultural/2020.038

Download gratuito da obra:

Pimenta CulturalAcademia.Edu - Google Books 

CAPITULOS:

Apresentação


Introdução


PARTE I
Os interstícios nas Missões Jesuíticas da Provincia Paracuaria
A Companhia de Jesus
A gente paraguayense
Imanências indígenas na estruturação dos povoados
O urbanismo e a espacialidade guarani
As congregações

O barroco como construção simbólica e a ressignificação ameríndia
As imagens nos povoados missionais
As oficinas
Fases da produção estatuária
As técnicas
O espaço-cisão

 

PARTE II
As miniaturas como correlato da prática
As miniaturas e sua ambiência nos povoados missionais e arredores
Como bagagem material e cultural

Altares improvisados
O uso particular e doméstico

Além do povoado
A dinâmica da relação
Aspectos do panteão mitológico guarani
Entre o valor estético e o religioso
Barroco missioneiro?
Os números do acervo
Percentagem iconográfica
As imagens: sentidos e usos
Invocações de Redenção
Invocações de cura
Invocações de ordem climática
Invocações guarida laboriosa
Invocações mediadoras
Invocações de amparo materno
Instituindo a imagem da Mãe de Deus
A grande avó


PARTE III
As miniaturas no processo de dispersão dos missioneiros
Os abalos iniciais nos alicerces da estrutura missioneira: a Guerra Guaranítica e a expulsão dos jesuítas
A posse luso-brasileira
Os missioneiros, as miniaturas e as guerras
Em meio à guerra, os santos e a celebração
Entre as ofensivas de Artigas e Rivera, o olhar de Auguste de Saint-Hilaire sobre os remanescentes
O êxodo missioneiro de 1828
“Surpreendentes e melancólicos”, os remanescentes das antigas doutrinas no século XIX Pelos aldeamentos e rancheríos: aspectos da dispersão dos missioneiros
As histórias que permeiam as imagens
Considerações finais
Referências bibliográficas
Fontes consultadas
Bibliografia consultada
Meios digitais
Anexos


Anexo I:
Quantificação e distribuição do acervo de miniaturas e imagens com até 50 cm
Quantificação das imagens por subgrupos


Anexo II:
Tabela de quantificação das imagens missioneiras catalogadas no Rio Grande do Sul (1993)


Anexo III:
Gráficos – estatuária missioneira no Uruguari


Anexo IV:
Relação da prata e ornamentos pertencentes ao saque feito nos Povos do lado Ocidental do Rio Uruguai, no ano de 1817 e conduzido a Porto Alegre


Índice Remissivo

Sobre a autora

@2012-2021 Pimenta Cultural

​São Paulo - SP

CNPJ: 17.033.353/0001-90

IE:  118.439.264.117