UMA ANÁLISE DO DISCURSO JORNALÍSTICO: A CONSTRUÇÃO DA CENOGRAFIA E DO ETHOS EM APOIO AO REGIME MILITAR​

Autor: Asterlindo Bandeira de Oliveira Júnior

Baseados nos pressupostos teóricos da Análise do Discurso de Orientação Materialista (Pecheutiana) e nas abordagens teóricas de Cenografia e Ethos de Dominique Maingueneau, analisamos o discurso jornalístico na Ditadura Militar, buscando, a partir daí identificar o funcionamento discursivo, bem como os processos de construção da Cenografia e do Ethos. A partir disso, problematizamos a crença da imparcialidade jornalística.

ISBN:

978-65-88285-33-6 (eBook)
978-65-88285-32-9 (brochura)

DOI: 10.31560/pimentacultural/2020.336

Download gratuito da obra:

Pimenta Cultural - Dropbox - SlideShare - 4Shared Academia.Edu - Google Books   

CAPÍTULOS:

Prefácio


Lista de siglas


Introdução


CAPÍTULO 1
Considerações sobre a análise do discurso de orientação materialista
1.1 Bases epistemológicas da análise do discurso de orientação materialista
1.2 O discurso na análise do discurso de orientação materialista
1.3 Formação ideológica e formação discursiva na análise do discurso de orientação materialista
1.4 Condições de produção na análise do discurso de orientação materialista


CAPÍTULO 2
Considerações sobre cenografia e ethos
2.1 Cenas enunciativas
2.2 O ethos discursivo
2.2.1 Posicionamentos – diferentes concepções e características
2.2.2 Fiador e incorporação

CAPÍTULO 3
Questões sobre gêneros
3.1 Gêneros jornalísticos


CAPÍTULO 4
Considerações sobre a ditadura e a imprensa
4.1 Condições de produção na Ditadura Militar
4.2 O jornal como materialidade discursiva: breve histórico da imprensa no Brasil
4.3 A imprensa e a instauração da Ditadura Militar
4.3.1 O jornal A Tarde e a Ditadura Militar


CAPÍTULO 5
Aspectos metodológicos e análise do corpus
5.1 Pressupostos metodológicos
5.1.1 O corpus da pesquisa, coleta e delimitação
5.1.2 Procedimentos e técnicas de análise
5.2 Análise do corpus
5.2.1 Pontos em comum
5.2.2 Análise da matéria de capa do jornal  A Tarde - Dia 03 de abril de 1964 – Um governo estável e seguro
5.2.3 Análise da matéria de capa do jornal  A Tarde - Dia 08 de abril de 1964 – Um governo legítimo e puro
5.2.4 Análise da matéria de capa do jornal  A Tarde - Dia 16 de abril de 1964 – Celebração ufanista

5.2.5 Análise da matéria de capa do jornal  A Tarde - Dia 22 de abril de 1964 – Pronunciamento presidencial
5.2.6 Análise da matéria de capa do jornal  A Tarde - Dia 30 de abril de 1964 – Entrevista com o presidente


Considerações finais


Referências


Sobre o autor


Índice remissivo

 

@2012-2020 Pimenta Cultural

​São Paulo - SP

CNPJ: 17.033.353/0001-90

IE:  118.439.264.117